Galeria de Amigos

domingo, 17 de maio de 2015

Telha decorada

 CANÇÃO MÍNIMA

No mistério do Sem-fim,
equilibra-se um planeta.

E, no planeta, um jardim,
e, no jardim, um canteiro;
no canteiro, uma violeta,
e, sobre ela, o dia inteiro, 

entre o planeta e o Sem-fim,
a asa de uma borboleta.

Cecília Meireles
 
Entre o infinito e o eterno
o sentimento que nos une,
mesmo que um dia já não exista
a existência, o amor permanece.

Beijos!!!